+55 11 982016891 plfoto@plfoto.com.brPaulo.toody
Contact info
+55 11 982016891 plfoto@plfoto.com.brPaulo.toody

Portfólio só com contrato de prestação de serviço

Bom acho que esse post será um pouco chato para algumas pessoas, mas se você é fotógrafo e pensa em melhorar seu portfólio de forma profissional, acredito que possa lhe ser útil.

De março a agosto, fiz algumas trocas de material, ou seja fotos para portfólio (fotos de graça). Para muitos isso é um absurdo, consigo até ouvir a frase cheia de pompa “quem fotografa de graça está estragando o mercado”. Claro que existem casos e casos, que renderiam uma matéria falando somente sobre isso, mas para outros esse é o único tipo de foto que conhecem os hobbistas, porém pra mim foi uma experiência para conhecer pessoas, desenvolver relacionamentos profissionais , desenvolver algumas técnicas e experimentar outras, enfim, para evoluir e gerar fluxo. O foco desse post nem é tanto o que sobre certo e errado, mercado fotográfico  ou sobre como melhorar seu portfólio, mas sim uma lição que aprendi com essas minhas experiências.

Em minha vida profissional, desde cedo sempre aprendi a trabalhar com um contrato/orçamento formal, ou seja uma breve ou detalhada descrição sobre direitos e deveres entre as partes envolvidas no trabalho. Se você não sabe do que eu to falando, pode dar uma pesquisada sobre propostas de trabalho, orçamentos fotográficos ou algo semelhante no google que com toda certeza vai encontrar alguém falando especificamente sobre isso. Diferente dos meus trabalhos remunerados, quando fiz alguns ensaios para portfólio, eu não fiz nenhum contrato formal, erro meu. Sei que pra muitas coisas o verbal funciona, mas para outras se torna algo vago demais. Portando sempre que for fazer um ensaio, seja ele remunerado ou não faça um contrato ou um acordo simples entre as partes descrevendo como será realizado aquele projeto. Agora você pode estar pensando, mas poxa não sei nem fritar um ovo, como vou formular uma proposta ou um contrato?!?! Se você ainda não seguiu meu conselho sobre pesquisar no oráculo acredito que deva fazer, após terminar de ler esse texto é claro.

Abaixo colocarei alguns itens que são fundamentais para um bom entendimento de todas as partes envolvidas, neste caso relacionado a fotografia.

Pessoas envolvidas no trabalho(nomes e funções);

Definir o nome e as funções de todos os envolvidos no projeto faz com que cada um saiba exatamente o que precisará fazer e quais serão suas responsabilidades.

Como funcionará a seleção de imagens;

Este ponto é muito importante, pois muitas vezes a melhor imagem de beleza, não é a melhor imagem da modelo ou pro fotógrafo. Definir se a seleção será conjunta, ou seja todos participam, ou se o fotógrafo será responsável pela seleção de imagens, independente da forma escolhida isso evita MUITAS dores de cabeças. Quem nunca ouviu, “mas eu queria todas as fotos”, não vai entender muito bem isso, mas vai por mim, defina isso em contrato, mesmo que seja mandar todas as fotos em baixa para toda equipe, mas tenha certeza que as fotos serão postadas sem estarem tratadas em algum momento.

Prazo para que as imagens sejam entregues;

Muitas vezes esses ensaios são realizados entre trabalhos, ou seja em algum período de ociosidade, mas logo após esse ensaio pode acontecer de entrarem novos trabalhos, sendo que esse material não é prioridade quando se trata de prazo, mas se houver um contrato estipulando um prazo máximo para a entrega, pode ajudar a manter a coisa mais organizada, afinal bons profissionais, não gostam de descumprir prazos, não é mesmo?

Número de imagens que serão tratadas/entregues;

Aqui é onde mora o perigo, muitas vezes em um ensaio nós como fotógrafos gostamos de 55326427347 fotos, mas como funciona em um trabalho contratado, devemos estipular um número de imagens. Isso nos ajuda a sermos criteriosos e não gerar trabalho e desgaste em excesso.

Forma como o trabalho será entregue;

Definir como serão entregues os arquivos também ajuda a evitar uma serie de transtornos, pois muitas pessoas acham que o fotógrafo tem obrigação de ir entregar um dvd com as fotos na porta da casa delas, algo que pode acontecer, mas se for combinado antes. Sempre pensando em evitar maiores transtornos de tempo e logística para todos. Alguns profissionais não usam computador, então mandar as fotos em alta resolução por e-mail muitas vezes é inviável, pois precisará mandar as vezes uma foto por e-mail, por conta do tamanho do arquivo. Descubra quais são as limitações e condições de cada um, para que seja viável para todos.

Divulgação do trabalho;

Importante estipular a forma de divulgação, afinal de contas todos tem direitos de divulgar, mas a forma mais otimizada de ser feita essa divulgação precisa ser combinada. Um exemplo simples: O fotografo divulga primeiro no site dele ou em redes sociais, após um período de X dias os demais podem divulgar, ou a modelo faz essa divulgação inicial. Acho que deu pra entender, assim evita de todos postarem a mesma imagem e dividirem o alcance, pois quem viu a imagem no face do fotografo, provavelmente não vai curtir no da modelo ou maquiador a mesma imagem.

 Alimentação durante o ensaio;

Pode parecer besteira, mas é muito importante ter algo para comer ou pelo menos beliscar durante um ensaio. Passar 3h, 4h em um estúdio ou externa sem água ou uma bolachinha muda até o hálito da equipe. Pessoas com fome se tornam mais agressivas, chatas e o clima do ensaio pode ser arruinado por isso, mas é importante salientar que a responsabilidade de providenciar isso deve ser definida, ou melhor ainda se for dividida entre a equipe. Normalmente acaba sobrando para o fotógrafo, mas ele terá o maior trabalho, pois os demais profissionais terminam seu trabalho ao fim da sessão, mas o fotografo tem mais algumas horas em frente a um computador tratando imagens. Pensem nisso, ele é o que investe mais tempo, seria justo investir mais $ também sendo que todos os envolvidos estarão recebendo o mesmo material?!?

O que não estiver descrito na proposta em questão não será feito;

Muito importante conter esta clausula “especial” determinando a limitação do trabalho, pois muitas vezes as pessoas acham que, ou sempre fizeram assim, ou nunca vi isso antes, frases como essa são comuns de serem ouvidas quando as pessoas querem te convencer a dar o que elas querem e não o que foi combinado. Está clausula limita a responsabilidade do trabalho ao que estiver descrito. Claro que se uma parte ou outra estiver disposta a fazer mais coisas, não tem problema, mas cabe a cada um decidir. Afinal:

O Combinado não sai caro.

Nesse tipo de trabalho, claro que não haverá multas ou processos, mas o não cumprimento dessas clausulas simples podem denegrir a imagem dos profissionais envolvidos perante os demais e sabe como é né,  as pessoas falam sobre isso com outras pessoas, que falam com outras pessoas e nem sempre a real situação as vezes a história cresce, mas resumindo ninguém quer deixar uma má impressão sobre seu trabalho.

Concluindo, se for fazer fotos para seu portfólio ou qualquer tipo de trabalho, recomendo que estabeleça essa relação de direitos e deveres de cada parte envolvida, para evitar maiores ou possíveis transtornos. Importante que cada um envolvido receba e responda aprovando essa proposta, mesmo que por e-mail para que ela tenha valor.

Espero que isso possa servir de ajuda para quem está começando ou não sabe como criar um contrato simples de trabalho.

Boas fotos a todos.

 

This article was written by paulolima_

Paulo Lima é Cristão, Fotografo, Paulistano e tem 32 anos. Formado Bacharel em Design Gráfico pelo Centro Universitário Belas Artes em SP e Fotografo pelo SeNAC.

Menu